http://www.frs.pt/wp-content/themes/fullscreen
more

Rightbox

Existem 3 tipos de compressores mais usados: Pistões, Parafuso e Palhetas.

Compressor de Pistões

Para poucas dimensões de pressão de ar, são normalmente utilizados para pequenas empresas com poucas necessidades de ar comprimido.

This movie requires Flash Player 9

Um dos mais antigos modelos de compressores, mas continua a ser o mais versátil e muito eficiente. O Compressor de Pistões desloca um pistão no interior de um cilindro através de uma biela e uma cambota. Se apenas um lado do pistão é utilizado para a compressão, é descrito como de acção simples. Se ambos os lados do pistão, o superior e o inferior, são utilizados, é de acção dupla.

Capacidade de compressão:

Desde 0,75 kW e 420 kW (1 cv a 563 cv), produzindo pressões operacionais entre 1,5 bars e 414 bars (21 a 6004 psi).

Aplicações Comuns:

Compressão de Gás (GNC, Nitrogénio, Gás Inerte, Gás de Aterro Sanitário), Alta Pressão (Ar de respiração para mergulho com garrafa, cilindros SCBA, Vigilância sísmica, Circuito de sopro de ar), engarrafamento P.E.T, Ignição de motor, Industrial.

Compressor de Parafuso/Rotativo

Mais abrangentes que o de Pistão, utilizados em qualquer tipo de indústria. São os compressora mais comuns no mercado.

This movie requires Flash Player 9

Um compressor de deslocamento com pistões com a forma de parafuso, as peças principais do elemento de compressão são os rotores macho e fêmea, que se deslocam na direcção um do outro enquanto o volume entre eles e a armação da caixa diminui. O elemento rotativo não está equipado com válvulas e não existem forças mecânicas a criar desequilíbrios, logo o veio pode funcionar com altas velocidades e atingir elevadas taxas de fluxo com reduzidas dimensões exteriores.

Capacidade de compressão:

Desde 4 kW e 250 kW (5 cv a 535 cv), produzindo pressões operacionais entre 5 e 13 bars (72 a 188 psi).

Aplicações Comuns:

Alimentos, Bebidas, Fabrico de Cerveja, Militar, Aeroespacial, Automóvel, Industrial, Electrónica, Manufactura, Petroquímica, Médica, Hospitalar, Farmacêutica, Ar Instrumental.

Palheta

Preparados para os trabalhos mais exigentes, especialmente para a Indústria de Moldes. São equipamentos que estão devidamente preparados para trabalhar 24h por dia, sem necessidade de vazio.

This movie requires Flash Player 9

Como o rotor é a única peça em movimento, e trabalha com rotações muito baixas dentro do estator cilíndrico, dá-lhe uma fiabilidia inagualável. O mesmo possui várias ranhuras ao longo do seu comprimento, nas quais se encaixam as palhetas que deslizam numa película de óleo. Devido à rotação, a força centrífuga empurra as palhetas, formando câmaras de compressão individuais. A rotação reduz o volume das câmaras, aumentando a pressão do ar. O calor gerado por esta compressão é controlado pela ijecção de óleo pressurizado, sendo os resíduos removidos pelo filtro final e o ar comprimido libertado pela porta de saída.

Capacidades de compressão:

Desde 1,1 kW a 255 kW (1,5 cv a 375 cv), produzindo pressões operacionais entre 7, 8, 10, 13 ou mais bars.

Aplicações Comuns:

OEM, Impressão, Pneumática, Laboratórios, Odontologia, Instrumentos, Máquinas ferramentas, Embalamento, Robótica.

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Não partilhamos quaisquer informação acerca da sua utilização do site com terceiros. Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close